hosting menu left
hosting menu right


Centro do País

Boas,


Nestes fantásticos 3 dias (25, 26 e 27 de Abril), lançámo-nos a uma voltinha à descoberta da zona centro. Tudo foi organizado há cerca de um mês. Estávamos com receio que eventualmente os planos iriam ser "molhados" no entanto, São Pedro não nos privou de uma viagem que quanto a nós, foi das melhores até agora.

Além do descanso da selva de betão, dos cheiros citadinos e do atulhado de gente a que estamos habituados, esta viagem serviu para conhecermos mais um pouco do nosso país.

A volta consistia em 3 etapas:

dia 25: Lisboa - Monsaraz - Idanha a Nova
dia 26: Idanha a Nova - Dornes (Concelho Ferreira do Zêzere)
dia 27: Dornes - Lisboa

No final foram contabilizados 1030 km em cima da nossa "máquina", que não se negou a nada. Consumos baixos (ca 5 a 5,5Lts/100) 
mesmo com 2 passageiros e malas laterais carregadas.

Vamos ao relato e a fotos:

dia 25:

Arrancámos por volta das 09:30h de Linda-a-Velha rumo à ponte 25 de Abril, seguindo pela A2 e de seguida A6 com saída em Montemor-o-Novo. Muito movimento na AE mas sempre a fluír.
Seguindo de Montemor via N114 até Évora e de seguida N256 até Reguengos de Monsaraz.
Antes de chegar a Reguengos, parámos junto à Ponte do Rio Degebe pois havia um ruído estranho na Deau que me fez parar e ver o que se passáva. Aproveitou-se para uma foto (Olá Linda
).

 

e eu fui ver o que era o ruído. Verifiquei que tinha um parafuso partido mas como nada caíu, resolvi não passar importância (de onde será esta gaita)


 

Achei Reguengos de Monsaraz um pouco confuso pois seguindos as indicações para Monsaraz, perdi o Norte (coisa que normalmente não me acontece) mas lá apareceu a placa de Monsaraz e avante. Boas estradas, belas paisagens e...eis que surge Monsaraz. Chegámos por volta das 12h00.


 

Já estávamos a precisar de uma paragemzita para molhar os lábios e comer qualquer coisa. Moto estacionada e....ao ataque....

 

Vai um DANONINHO??

 

PARA QUEM ESTIVER INTERESSADO, TROUXE O CONTACTO. É LINDA.


 

E já está. Saímos por onde viemos e novamente rumo a Reguengos de Monsaraz. 
De Reguengos de Monsaraz, rumo a Redondo e de seguida rumo a Estremoz.
Paisagem linda...


 

A intenção era seguir a N245 até Sousel mas as placas...onde estão??? Bom IP2 e saída direito a S. Bento do Cortiço e depois rumo a Fronteira. Pouco depois uma paragem para pôr a nicotina a um nível razoável e apanhar um pouco de ar.


 

Siga para Alter do Chão onde havia festa e não faltaram uns belos exemplares de cavalos Lusitanos


 

Siga pelo Crato rumo a Alpalhão, via Nisa, Vila Velha de Rodão...

 

Onde é que já vi esta paisagem???


 

Castelo Branco. Só me apetecia gritar. Zangado Onde estão as indicações das estradas. Andam a ser roubadas pelos criadopres dos GPS'S?Hein É demais. Zangado
Após 30 min. às voltas para apanhar a N233, lá seguimos rumo a Idanha-a-Nova para o banhinho merecido. Chegada por volta das 17h30. 

O Hotel (Hotel Estrela da Idanha) era muito agradável e recomenda-se. Foram tão atenciosos que nos deixaram arrumar a Deau na garagem deles. Ahn, quanto não vale ter olhos azuis.
Como dizia, BANHOCA ! ! ! ! Cool

 

Jantarinho e um passeio para desmoer

 

e óó. 450Km percorridos neste dia e ansiosos pelo seguinte.

Dia 26:

Após um bom pequeno almoço fizemos uma incursão a Idanha-a-Nova para ver agora um pouco desta bela vila. Lá estou eu à procura das placas... Zangado
O Sr. que se vê sentado na foto, teve a amabilidade de nos contar um pouco da história da Vila. Muito simpático.

 

Algumas ruas estavam cortadas (por motivos de melhoramento) e que em algumas situações dificultava a circulação.

Despedimo-nos de Idanha-a-Nova e ruma a Idanha-a-Velha

 

Paisagens lindas


 

Eis Idanha-a-Velha


 

A Torre do Sino


 

A Igreja (uma delas)


 

Fez-me lembrar alguém Labios fechados (Põe-te manso)


 

Fez-nos lembrar outros tempos

 

Outra Igreja


 

O Lagar de Varas (Brutal, coitadas das azeitonas)


 

Parece que o tempo parou...


 

mas nós não parámos e seguimos rumo a Monsanto


 

Olha...o nosso seguinte destino


 

Olhem para esta senhora (a D. Maria), com 82 anos e tem de subir estas escadas para poder chegar a sua casa.


 

 

Ajudámo-la a carregar o saquito e em troca tivémos cerca de 1 hora à conversa com a D. Maria. Contou-nos a história das "Marafonas" e o que representávam (Sim, tambem nos impingiu uma). Contou-nos tambem da História passada no Séc. XVIII em que os Franceses sitiaram Monsanto.
Recomendou-nos tambem o melhor itenerário para passarmos os "Penedos Juntos".

D. Maria e as suas "Marafonas"  Contente Uma simpatia de senhora e com uma vitalidade Sorridente


 

Os "Penedos Juntos"


 

Toca a passar pelo meio deste labirinto


 

O Castelo


 

Monsanto


 

Tive de arregaçar as mangas e tirar uma "pedrita" do caminho pois ninguem passáva e homens...só mesmo eu. Labios fechados


 

E esta hein...

 

Acho que é a isto que se chama de "dormir com um peso na consciência"...

 

Lindo. Feita a visita a Monsanto, arrancámos rumo à Covilhã para seguir pela Serra da Estrela. Havia Neve, tinha-mos de passar por lá.



Não sei o que se passou, mas na subida apanhámos uns enxames de mosquitos que se enfiavam na roupa, dentro do capacete, já se metiam no nariz...foi terrível, quase não conseguía seguir viagem mas parar tambem não era alternativa. Mas lá se conseguiu.

I'M THE MAN!!! Quais mosquitos quais carapuça!!!! Grin


 

SHE'S THE WOMAN Beijo


 

E QUEM O RAIO É AQUELE???


 

Começar a descer rumo a Seia


 

E eis Seia


 

Daqui era para ser Coja, Arganil, Gois, Lousã, Miranda do Corvo, Penela e Dornes mas devido ao piso péssimo que apanhámos até Arganil (e o tempo a passar), decidimos ir via IC6, IP3 e depois IC2 até Penela.


 

Daqui IC3 até Cabaços e rumo a Dornes

Em Dornes ficámos na "Casa Wladival", uma casa de turismo de habitação em que os

proprietários são dois Holandeses. Sitio espetacular e anfitriões 5*.

O descanso dos Guerreiros Lingua



 

350km neste dia cheio.

Dia 27: Dornes - Lisboa

Tempo para uma passeata para depois tomar um valente pequeno almoço.

As vistas


 

Dornes

 

A Máquina Wink


 

Enfim. Hora de partida. Arrancámos rumo a Vila de Rei passando pela Sertã.

Não podíamos deixar de nos posicionar-mos no centro do nosso País


 

Direito a Ferreira do Zêzere (belas paisagens)


e chegada a Tomar.


 

Aqui terminou o passeio e iniciou-se o regresso a casa.

230Km no final e tudo correu bem.

3 dias que nos pareceram 1 semana. Não estamos com aquele sentimento de "ah, aínda ontem estáva-mos a trabalhar", não, foram bem aproveitados e gozádos. Contras, só a falta de placas de indicação suficientes.

Desde as planicies alentejanas e à medida que se vai subindo rumo a norte, a ver a paisagem tonar-se mais agreste, mais montanhosa, desaparecem as rectas para dar lugar às curvas, desaparece o calor para dar lugar a ares mais frescos...tudo isto em três dias maravilhosos.
Aconselhamos vivamente a fazerem esta volta pois foi magnifica. Pessoas, locais, cheiros...tudo tão diferente, tudo tão bom....

Façam umas boas viagens e até à próxima. Cool Wink

 
 

website hosting main area bottom

Powered by Joomla!. Design by: template joomla 2.5  Valid XHTML and CSS.